sábado, 27 de novembro de 2010

POESIAS PARA CRIANÇAS- ENCHENTE - CECILIA MEIRELES

Chama o Alexandre!
Chama!

Olha a chuva que chega!
É a enchente.
Olha o chão que foge com a chuva...

Olha a chuva que encharca a gente.
Põe a chave na fechadura.
Fecha a porta por causa da chuva,
olha a rua como se enche!

Enquanto chove, bota a chaleira
no fogo: olha a chama! olha a chispa!
Olha a chuva nos feixes de lenha!

Vamos tomar chá, pois a chuva

é tanta que nem de galocha
se pode andar na rua cheia!

Chama o Alexandre!
Chama!"

(Enchente - Cecília Meireles)

4 comentários:

  1. Adoro essa poesia e amo Celia moreles (: espero te conher

    ResponderExcluir
  2. Lindo!!!Me faz voltar no tempo e lembrar de quando eu era criança... Textos como esse,O rio de Maria Lourdes de Figueiredo,são muito importantes para mim,pois vivi em uma época onde você só tinha duas opções, ou se aprendia,ou se aprendia.
    Aprendia_se a ler e escrever muito bem,o mundo de hoje está muito mudado,as crianças não valorizam mais uma boa leitura, um bom livro. Ou será que nós, pais, é que não incentivamos? Me lembro que eu mal esperava começar o ano escolar,para sentir o cheiro dos novos livros didáticos, e mal conseguia esperar para folhear um livro novo de português e saber quais eram os textos novos que haviam colocado. Saudades dessa época.

    ResponderExcluir
  3. Lindo!!!Me faz voltar no tempo e lembrar de quando eu era criança... Textos como esse,O rio de Maria Lourdes de Figueiredo,são muito importantes para mim,pois vivi em uma época onde você só tinha duas opções, ou se aprendia,ou se aprendia.
    Aprendia_se a ler e escrever muito bem,o mundo de hoje está muito mudado,as crianças não valorizam mais uma boa leitura, um bom livro. Ou será que nós, pais, é que não incentivamos? Me lembro que eu mal esperava começar o ano escolar,para sentir o cheiro dos novos livros didáticos, e mal conseguia esperar para folhear um livro novo de português e saber quais eram os textos novos que haviam colocado. Saudades dessa época.

    ResponderExcluir
  4. Lindo!!!Me faz voltar no tempo e lembrar de quando eu era criança... Textos como esse,O rio de Maria Lourdes de Figueiredo,são muito importantes para mim,pois vivi em uma época onde você só tinha duas opções, ou se aprendia,ou se aprendia.
    Aprendia_se a ler e escrever muito bem,o mundo de hoje está muito mudado,as crianças não valorizam mais uma boa leitura, um bom livro. Ou será que nós, pais, é que não incentivamos? Me lembro que eu mal esperava começar o ano escolar,para sentir o cheiro dos novos livros didáticos, e mal conseguia esperar para folhear um livro novo de português e saber quais eram os textos novos que haviam colocado. Saudades dessa época.

    ResponderExcluir